Recenseamento

Pensamentos

"Porque há lugares, meu Deus, que têm de ser mantidos.

E é preciso que tudo isto continue,

Quando já não for como agora,

Mas melhor.

É preciso que a vida do campo continue.

E a vinha e o trigo e a ceifa e a vindima."

(Charles Péguy)

Porta 65

Portal Do Cidadão

PDF 

 

HERÁLDICA

Brasão: Escudo de ouro, cruz firmada de azul, cantonada nos primeiro e quarto quartéis, de um ramo de piorna e nos segundo e terceiro de uma espiga de centeio, tudo de verde. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro: “MONTEIRAS”.

Bandeira: verde. Cordão e borlas de ouro e verde. Haste e lança de ouro.

Selo: nos termos da Lei, com a legenda: "Junta de Freguesia de Monteiras - Castro Daire".

Parecer emitido pela Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses, a 31 de Março de 2004, nos termos da Lei nº 53/91, de 07 de Agosto, sob proposta desta Junta de Freguesia, em sessão da Assembleia de Freguesia de 12 de Setembro de 2004 e publicado no Diário da República nº 235 de 6 de Outubro de 2004. Os Símbolos Heráldicos da Freguesia encontram-se registados na Direcção Geral das Autarquias Locais com o nº 263/2004 de 18 de Novembro de 2004.

 

JUSTIFICAÇÃO DA SIMBOLOGIA

Cruz - Representa a Capela de Santa Luzia e o Cruzeiro da Independência, monumentos de grande interesse cultural e arquitectónico.

Ramos de Piorna - Representam a zona natural abrangida pela área da freguesia que é de grande beleza, e tem uma flora bastante diversificada, denotando-se porém a abundância da piorna.

Espigas de Centeio - Representam a economia local que se centra sobretudo na agricultura e na pecuária, sendo de se destacar também as indústrias de mármore e pedra como importantes fontes de rendimento.

 

 
RocketTheme Joomla Templates